06/09/2016 00:05 - Atualizado em 06/09/2016 22:49

A força musical de Roger Waters, Rodrigo Amarante e Luciano Pavarotti

Macy Gray, Dolores O´Riordane Max George também são destaques desta terça-feira

Redação
Hoje é Dia

Hoje é dia!
Por Ladenilson Pereira, professor e historiador

Num dia bastante rico para a música, não faltam ótimas opções para a nossa playlist. Há clássicos do rock, música erudita, pop internacional, pop/rock nacional, soul... Em suma, estilos que o caro leitor e internauta já gosta e outros que estão apenas esperando uma oportunidade para conquistá-lo.

Ícone do rock, Roger Waters completa 73 anos - Foto: divulgação

Os acordes iniciais ficam por conta do instrumentista, cantor e compositor inglês ROGER WATERS, nascido em 6 de SETEMBRO de 1943. Durante anos, o artista foi o cérebro da banda Pink Floyd, sendo decisivo para a criação de obras-primas como os álbuns “The Dark Side of the Moon”, “Wish You Were Here”, “Animals” e “The Wall”, o que já seria mais do que suficiente para colocá-lo na seleta galeria de grandes nomes do rock. Após o fim do grupo, prosseguiu numa vitoriosa carreira individual que além de levá-lo aos quatro cantos do mundo em espetáculos bastante concorridos, resultou em discos como “The Pros and Cons of Hitch Hiking”, “Radio K.A.O.S.” e “Amused to Death”. Num universo criativo tão rico, é difícil haver unanimidade sobre qual canção é mais marcante, todavia acredito que “WISH YOU WERE HERE” seja uma das mais lembradas.

De voz poderosa, Macy Gray faz hoje 49 anos - Foto: divulgação

Transitando pelo universo do blues e do soul, a data é de homenagens para a atriz, cantora e compositora norte-americana MACY GRAY, nascida em 6 de SETEMBRO de 1967. Já em seu trabalho inicial, “On How Life Is” conquistou público e crítica por conta de inspiradas faixas como "Do Something", "I Try", "Still" e "Why Didn´t You Call Me". Seus trabalhos seguintes apresentaram pelo menos um grande sucesso, como por exemplo "Sweet Baby" (destaque do álbum “The Id”), "When I See You" (faixa forte de “The Trouble With Being Myself”), "Finally Made Me Happy", "Shoo Be Doo", "Ghetto Love", "What I Gotta Do" (canções do vencedor “Big”) e "Beauty in the World" (de “The Sellout”). Àqueles que preferem apenas apreciar a faceta de intérprete da homenageada, a dica é o CD “Covered” que, como o próprio título anuncia, consiste em regravações de artistas consagrados como Eurythmics, My Chemical Romance, Nina Simone e Colbie Caillat. Em meio a tantas ótimas possibilidades, minha escolha recai sobre "NOTHING ELSE MATTERS”, consagrada pela banda Metallica.

Dolores O´Riordan comemora seus 45 anos de vida - Foto: divulgação

O toque feminino continua presente através da cantora e compositora irlandesa DOLORES O’RIORDAN, nascida em 6 de SETEMBRO de 1971. Embora seja mais frequentemente associada aos vocais da banda The Cranberries, é preciso lembrar que sua trajetória artística apresenta também brilhantes momentos individuais como, por exemplo, os discos "Are You Listening?" e “No Baggage”. Para seus admiradores mais ortodoxos, que não abrem mão dos seus momentos com o alternativo grupo, são de menção obrigatória “No Need to Argue”, “To the Faithful Departed” e “Wake Up and Smell the Coffee”. Por acreditar que música não é só lazer, mas também instrumento de mobilização e reflexão, saliento em seu repertório a politizada “ZOMBIE”.

Rodrigo Amarante completa quatro décadas de existência - Foto: divulgação

A presença brasileira fica a cargo do instrumentista, cantor e compositor RODRIGO AMARANTE, nascido em 6 de SETEMBRO de 1976, ou seja, há exatos 40 ANOS. Conhecido do grande público a partir da banda Los Hermanos, foi gradualmente aumentando sua dimensão artística a cada trabalho do grupo. Se no início era apenas vocalista de apoio e instrumentista, passou a compositor de grande parte do repertório, além de vocalista de sucessos como “Sentimental”, "Retrato pra Iaiá", "Cher Antoine", "Último romance", "O velho e o moço", "Um par", "Do sétimo andar", "Deixa o verão", “Condicional” e “O Vento”. Com o fim do Los Hermanos, seu talento continua em plena ascensão, com a participação no grupo Little Joy, além de participações em trabalhos de artistas como Marisa Monte (coautoria e interpretação da música “O que se quer”), Adriana Calcanhotto (instrumentista nos álbuns “Micróbio do Samba” e “Partimpim Tlês”) e da mexicana Natalia Lafourcade (faixa “Azul” no álbum “Mujer Divina” homenageando Augustín Lara). Em meio a tantas mostras de talento, gravou seu primeiro trabalho individual, “Cavalo”, no ano de 2013. Deste, meu destaque fica por conta da significativa faixa “NADA EM VÃO”.

Max George é parabenizado por seus 28 anos - Foto: divulgação

O pop contemporâneo aparece através do cantor e compositor britânico MAX GEORGE, nascido em 6 de SETEMBRO de 1988. Como integrante da banda The Wanted, apesar da juventude, já apresenta em seu currículo os CDs “The Wanted”, “Battleground” e “Word of Mouth”. Em todos, podem ser verificadas canções pulsantes bem ao gosto teen como "All Time Low", "Heart Vacancy", "Lose My Mind", "Gold Forever", "Glad You Came", "Lightning", "Warzone" e "WE OWN THE NIGHT”.

Luciano Pavarotti faleceu há exatos oito anos, em sua terra natal, Módena, na Itália - Foto: divulgação

O momento reflexivo fica por conta da saudade da poderosa voz do tenor italiano LUCIANO PAVAROTTI, que nos deixou em 6 de SETEMBRO de 2007. Legítimo sucessor de uma linhagem que inclui Enrico Caruso, Mario Lanza e Giuseppe Di Stefano, o artista teve o mérito de ampliar seu público para muito além das salas de concerto, sabendo inteligentemente fazer uso de eventos como os célebres shows em Copas do Mundo ao lado de José Carreras e Plácido Domingo, somadas às gravações com nomes de incontestável prestígio no mundo da música como Mariah Carey, James Brown, Frank Sinatra, Laura Pausini, Elton John, Andrea Bocelli, Céline Dion, Eros Ramazzotti, Mercedes Sosa e tantos outros. Nestas ocasiões, não interpretava apenas conhecidas árias, mas também música popular. Nesta direção artística, um de seus números mais encantadores é “´O SOLE MIO”, ao lado do cantor Bryan Adams. Bravo! Bravíssimo!

Ladenilson Pereira

Ladenilson Pereira

Formado em História e Direito pela USP, Mestre em Educação pela Uninove, Professor Universitário na FALC (Faculdade da Aldeia de Carapicuíba), Professor de História no MED Vestibulares e também leciona na rede pública estadual paulista. Ele colabora com o Guitar Talks desde setembro de 2013. Exerce seu primeiro mandato como vereador de Carapicuíba.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK