07/03/2017 19:24 - Atualizado em 13/03/2017 09:29

10 músicas para celebrar a presença das mulheres em seu dia

Coluna traz canções para homenagearmos as representantes do sexo feminino

Redação
Hoje é Dia

Hoje é dia!
Por Ladenilson Pereira, professor e historiador


Neste 8 de MARÇO, DIA INTERNACIONAL DA MULHER, nada melhor que montar uma playlist retratando a feminilidade em todas as suas facetas. Deixo claro que não se trata de um ranking, mas apenas de uma lista de canções abordando o tema sob diferentes pontos de vista. Certamente, como o assunto é inesgotável, os amigos leitores e internautas irão dizer que caberia mais uma ou que esqueci de outra igualmente bela, mas o interessante é apreciar, comentar e discutir.

Imagem: reprodução

1 – “MULHER” – ERASMO CARLOS

No começo da década de 80, o Tremendão em parceria com sua então esposa Narinha, assinou esta bela declaração de amor à companheira, extensiva a todas as filhas de Eva. Ficou demonstrado que de frágil, as mulheres nada possuem, muito pelo contrário...

2 – “MULHER DE FASES” – RAIMUNDOS

Uma das bandas responsáveis pela renovação do pop nacional dos anos 90, deixou como legado esta deliciosa faixa, na qual é narrada de modo bem humorado a T.P.M, terror das mulheres (e dos homens também)...

3 – “COR DE ROSA CHOQUE” – RITA LEE

A Rainha do Rock Nacional e seu marido Roberto de Carvalho criaram esta canção, usada como tema de abertura da “TV Mulher”. O programa exibido pela Rede Globo revolucionou a televisão brasileira em 1980 por sua linguagem e abordagem. Os versos demonstram o nascimento de uma nova mulher naquele período marcado pelo começo do processo de abertura política. É digno de nota que no momento de sua criação, o número musical teve problemas com a Censura, só sendo liberado para o registro em vinil dois anos depois.

4 – “FEMININA” – JOYCE MORENO 

Neste número musical do final dos anos 70, a cantora e compositora já mostrava o quão complexa é a feminilidade. Vale o registro que a artista, surgida em meados dos anos 60, foi uma das primeiras a realizar músicas sobre o universo feminino; antes só retratado por homens. Em várias oportunidades, ela mesma disse com certa ironia: “Antes de mim, a mulher da MPB era Chico Buarque”.

5 – “MULHER, SEMPRE MULHER” – VINÍCIUS DE MORAES

O Poetinha, que se dizia um “eterno apaixonado” (afinal, casou-se nove vezes), fez da mulher um de seus temas favoritos. De um modo que hoje, muitos classificariam como politicamente incorreto, descreveu os altos e baixos da relação entre os sexos, nesta criação da década de 50, feita para a trilha sonora da peça “Orfeu da Conceição”. Pode-se observar que, em alguns momentos, ainda que num estilo diverso, sua abordagem guarda uma certa relação com a temática dos Raimundos.

6 – “COMEÇAR DE NOVO” – SIMONE

Esta criação de Ivan Lins e Vítor Martins comporta várias leituras. Ela foi utilizada como tema de abertura do seriado global “Malu Mulher” em 1979. Estrelado por Regina Duarte, mostrava a vida de uma descasada (tema então recente e pertinente, pois o instituto jurídico do divórcio só havia sido aprovado por aqui em 1977), contribuindo para discutir o novo papel social da mulher no País. Por outro lado, a letra também pode ser compreendida como uma metáfora do Brasil que ansiava por liberdade e buscava retomar seu próprio destino, na fase final do Regime Militar.

7 – “PAGU” – MARIA RITA

Verdadeiro hino feminista, a parceria de Zélia Duncan e Rita Lee mostra com ironia fina a força de uma mulher que, tendo conquistado seu espaço na sociedade, quer ser vista sem estereótipos e de modo pleno e igualitário.

8 – “MULHER, VOU DIZER QUANTO EU TE AMO” – CHICO BUARQUE

Nesta pérola esquecida do cancioneiro buarqueano, o renomado e sofisticado compositor se declara à sua então esposa Marieta Severo, após o nascimento de sua primeira filha, a famosa atriz Sílvia Buarque, ocorrido na Itália, em 1969. Exaltando o feminino no seu momento mais sublime, a maternidade, a letra aborda a temática da esperança advinda desta ocasião em que se assiste à renovação da vida.

9 – “ROSAS” – ANA CAROLINA

Neste achado poético, a cantora e compositora fala de rosas e mulheres. Ambas são belas, fortes, marcantes, delicadas, mas com potencial para machucar bastante...

10 – “WOMAN” – JOHN LENNON

Uma das mais lindas criações do ex-Beatle para sua amada Yoko Ono não poderia jamais ficar de fora. Como minha favorita a respeito da temática, fica à guisa de despedida, manifestando meu carinho, admiração e respeito a todas as mulheres.

Ladenilson Pereira

Ladenilson Pereira

Formado em História e Direito pela USP, Mestre em Educação pela Uninove, Professor Universitário na FALC (Faculdade da Aldeia de Carapicuíba), Professor de História no MED Vestibulares e também leciona na rede pública estadual paulista. Ele colabora com o Guitar Talks desde setembro de 2013. Exerce seu primeiro mandato como vereador de Carapicuíba.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK