18/07/2016 11:28 - Atualizado em 20/07/2016 10:52

Clipe de Iara Rennó escancara a libertação da mulher de peito aberto; confira

“Mama-me” foi dirigido por Milena Correia (Rústica Produções)

Felipe Madureira
Guitar Talks
Iara Renno? em cena - Foto: David Ferreira

O mais novo videoclipe da cantora Iara Rennó escancara a libertação da mulher, literalmente de “peito aberto”. “Mama-me” traz à cena artistas de todas as idades, “mulheres de peito”, de fibra, que foram convidadas por Iara para integrar a performance que chamou de “manifesto mamaísta do movimento peitista”. Paridos à parte, uma ode à liberdade e ao prazer para todas as mulheres!

O vídeo/“manifesto mamaísta do movimento peitista” conta com mulheres como a poeta Alice Ruiz, as cantoras e instrumentistas Bárbara Eugênia, Juliana Perdigão, Assussena Assussena, Natália Ferro, Ana Karina Sebastião, Mariá Portugal e Maria Beraldo Bastos. 

Outras presentes são as dançarinas Julia Rocha, Mariza Virgolino e Danielle Mendes, a jornalista Carola Gonzalez, a figurinista e cenógrafa Hayge Mercúrio, a artista visual Karen Ka, a atriz Manoela Rangel, entre outras. 

“Mama-me” foi dirigido por Milena Correia (Rústica Produções). Correia contou com o apoio de Paula Rocha na produção e Gabriela Naraki e Victor Buzzo na assistência de produção. A direção de fotografia contou novamente com Milena Correia, além de Vinícius Duran – com Buzzo na assistência. Já montagem e edição são assinadas por Daniel Simião. Naraki aparece também na finalização do clipe. 

O disco “Arco” é sobretudo um grito de libertação da MULHER, da buceta, do grelo duro, dos peitos nus – temática que já vinha dos poemas eróticos do livro Língua Brasa Carne Flor (editora Patuá, 2015). “Mama-me” é a canção que abre o álbum, gravado pelo trio Iara Rennó (guitarra e voz), Mariá Portugal (bateria e programação) e Maria Beraldo Bastos (clarone). 

Assista ao vídeo aqui:

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK