13/01/2017 15:58 - Atualizado em 23/01/2017 12:06

Marcelo Tofani confere clima intimista-etéreo à sua versão de "Chuva"; ouça aqui!

Faixa tem beats assinados por Reptilian1; músico mineiro prepara o lançamento de novo disco

Felipe Madureira
Guitar Talks
Marcelo Tofani - Foto: Matheus Aragão

“Chuva” é uma composição das musicistas Thalma de Freitas e Iara Rennó e ganhou algumas versões como as de Jaloo e Gaby Amarantos. O jovem músico mineiro Marcelo Tofani também entrou na dança e deu sua cara para a canção.

Amarantos colocou aquela pitada tecno melody na faixa – que é uma homenagem à tradicional chuva de sua cidade natal (Belém do Pará). A versão do conterrâneo Jaloo é mais sensível, com um vocal bem ameno, suavasso.

Já Marcelo buscou ser intimista e ao mesmo tempo etéreo. A versão foi gravada por ele e Reptilian1 (Jan Clo), e masterizado por Dedé Santaklaus e também por Reptilian1. 

O músico conta que desde que ouviu “Chuva”, na interpretação de Jaloo, quis interpretar a música de seu “jeitin”. “E aí logo pensei em colar com o meu irmãozim musical e de coração Jan Clo (Reptilian1) pra produzir e trazer algumas influências dele também pro som”, explica.

Reptilian1 é um projeto de gravação e produção de Beats, cujo conceito sonoro reflete o sentir no ambiente urbano e segue um padrão "Obsclaro", assimilando cores claras em ambiências turvas. Jan trouxe uma intensidade a mais para o som de Tofani que é bastante cru e orgânico.

Tofani já tem na bagagem um EP (homônimo) e está em processo de gravação de um novo disco, que sai no final de março ou começo de abril.

Ouça o novo som de Tofani:

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK