23/09/2017 16:02 - Atualizado em 16/10/2017 12:48

Morre aos 68 anos o cantor norte-americano Charles Bradley

Soulman se apresentaria na edição deste ano do Rock in Rio

Marcos Ferreira
Guitar Talks
Charles Bradley - Foto: divulgação

O cantor norte-americano Charles Bradley morreu neste sábado, 23, aos 68 anos. O músico lutava contra de um câncer no estômago diagnosticado em 2016. A informação foi confirmada pela banda que o acompanhava, por meio de um comunicado nas redes sociais.

“Agradecemos por suas orações nesse período difícil. O Sr. Bradley sempre foi grato pelo amor que recebeu de seus fãs e esperamos que sua mensagem de amor seja lembrada e levada adiante.", diz o texto.

Bradley interrompeu sua turnê para tratar da doença e prometeu voltar para a estrada esse ano, após receber a notícia de que estava curado. Contrariando sua positividade, o câncer voltou recentemente, tendo se espalhado para o fígado.

Entre os shows cancelados, estava sua apresentação agendada para o dia 16 de setembro no palco Sunset do Rock in Rio. O artista foi substituído por Elza Soares e Rael.

Sucesso meteórico

Sua carreira começou oficialmente em 1996 quando ele já tinha quase 50 anos de idade, utilizando o personagem o Black Velvet, fazendo imitações de James Brown. Apenas em 2011 foi lançado “No Time For Dreaming”, seu primeiro disco próprio e também o primeiro da carreira.

Ao longo dos últimos seis anos, Charles Bradley alcançou respeito e admiração em todo o mundo. Classe artística e fãs se encantaram por sua história de vida e talento incrível. Ele ainda lançou mais dois discos, “Victim Of Love” (2013) e “Changes” (2016).

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK