10/09/2017 21:33 - Atualizado em 02/10/2017 17:54

Sonora São Paulo começa dia 29 com foco na formação da mulher na música

Segunda edição do festival tem participação de nomes como Roberta Martinelli, Liniker, Claudia Assef, Tiê, Karina Buhr e muito mais

Felipe Madureira
Guitar Talks

A força e profissionalismo das mulheres em toda a cadeia produtiva da música é o cerne do Festival Sonora São Paulo – evento global em 69 cidades do mundo e que conta apenas com elas à frente de todas as etapas de produção.

Entre 29 de setembro e 2 de outubro, a capital paulista vai se tornar palco do maior festival de compositoras do mundo com pocket shows, oficinas, palestras, apresentações de mulheres já conhecidas no meio musical. 

Na abertura, um bate-papo mediado pela jornalista Roberta Martinelli, com as participações das artistas Papisa e Ana Larousse. Em seguida, o som fica por conta da DJ e produtora Bad Sista. Tudo isso no Red Bull Station.

No sábado, 30 de setembro, Alejandra Luciani, engenheira de som do Red Bull Station SP, ministra uma oficina de gravação em estúdio, também no Red Bull Station. Já no CCSP, programação intensa: debates, oficinas, vivências, shows e showcases. 

A programação musical reúne shows de Alzira E e Alice Ruiz, Karina Buhr, Bluebell, além de uma JAM das Minas. No domingo, 1, rola atividades como debate “Onde estão as produtoras musicais?”, com mediação de Claudia Assef e participação de Bad Sista, Jesus Sanches e Gabi Lima. 

O dia tem atrações sonoras como Soledad e Marcelle, Badi Assad e Liniker. Já no encerramento, dia 2, a atração é a Batalha Dominação.

Programação completa aqui.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK