27/10/2017 13:18 - Atualizado em 16/11/2017 13:27

Véspera de feriado tem folk e soul com os americanos da banda Whitney

Grupo de Chicago toca dia 14 de novembro na Clash Club, em São Paulo; Giovani Cidreira faz show de abertura

Felipe Madureira
Guitar Talks

Como muita gente sabe, a Balaclava Records completa 5 anos em 2017 e uma das grandes atrações que comemoram o feito é a vinda ao Brasil da banda norte-americana Whitney. Liderada pelo duo Max Kakacek e Julien Ehrlich, o grupo faz show dia 14 de novembro – véspera de feriado - na Clash Club, em São Paulo.

Considerado uma das principais revelações da música alternativa mundial, o Whitney foi formado em 2015 na cidade de Chicago, após a saída de dois integrantes de bandas conhecidas no indie contemporâneo: Max (guitarra) tocava no Smith Westerns e Julien (bateria e voz principal) fez parte do renomado Unknown Mortal Orchestra. 

Criaram uma sonoridade que remete a bandas dos anos 1960 e 1970, num momento em que o rock ensolarado e a soul music se encontram como trilha para letras agridoces e melodias nostálgicas. Max e Julien são acompanhados ao vivo pelos músicos Josiah Marshall, Will Miller, Malcolm Brown, Print Chouteau e Charles Glanders.

Também considerado uma revelação da geração atual, o compositor e músico baiano Giovani Cidreira será o responsável pela abertura. Após passar por diversas bandas da cena de Salvador, somente em abril deste ano Giovani trouxe ao mundo seu primeiro trabalho solo, intitulado “Japanese Food” - lançado pela Balaclava com apoio da Natura Musical.

O disco é marcado pela influência da MPB produzida nos anos 70 e do rock dos anos 80, com ligação do que há de mais novo e interessante no indie vindo do exterior. As comparações vão de Clube da Esquina a Mac DeMarco e Negro Leo.

Serviço:

Terça-feira, 14 de novembro às 21h
Clash Club (Rua Barra Funda, 969 - Barra Funda/São Paulo)
Ingressos aqui.

Ouça Whitney ao vivo:
 

Confira o som de Giovani Cidreira:

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK