10/12/2017 01:26 - Atualizado em 10/12/2017 02:35

Emicida, das rinhas ao mundo em uma década

Músico recebeu time estelar na gravação de seu primeiro DVD solo “10 anos de Triunfo”

Marcos Ferreira
Guitar Talks
Emicida - Foto: José de Holanda

Prestes a completar uma década de sua estreia oficial, Emicida reuniu personalidades de horizontes musicais diferentes. O encontro aconteceu na gravação de seu primeiro DVD solo, na Audio, em São Paulo.

A casa de espetáculos serviu de cenário para o registro do autoexplicativo “10 anos de Triunfo”, que celebra uma década do álbum de estreia do músico, datado em 2008. Para a festa, convidados de peso que explicitam o caminho percorrido pelo jovem rapper prodígio nas rinhas.

Depois dos DVDs “3 Temores in Concert: Ao Vivo no Estúdio Emme”, ao lado de Projota e Rashid, (2012), e “Criolo & Emicida Ao Vivo” (2013), a sua incursão solo parece apenas uma desculpa para firmar tantas outras parcerias.

Gravado na sugestiva data em prol da Consciência Negra, em 20 de novembro, estiveram ao lado do rapper figuras como Pitty, Karol Conka, Caetano Veloso, Rael, Vanessa da Mata, Drik Barbosa, Fióti, Guimê, Coruja BC1, Rashid, Prettos, Muzzike, Amiri e Raphão Alaafin.

A diversidade de convidados revela a força e poder alcançado ao longo do tempo. Foram dois discos cheios, duas mixtapes, dois EPs uma série de singles, uma porrada de clipes, o amor e o ódio da mídia e mais uma multidão de admiradores. 

Caetano (“Haiti”, “Baiana”) e Da Mata “Passarinhos” cantaram músicas que gravaram com Emicida em “Sobre crianças, quadris, pesadelos e lições de casa” (2015), Pitty cantou em “Hoje cedo”, música que gravaram juntos para “O glorioso retorno de quem nunca esteve aqui”, de 2013.

Rael esteve em “A chapa é quente”, “A cada vento”, “Oásis” e “Levanta e anda”, Prettos no som “Hino vira lata”, Fióti, seu irmão, em “Zica vai lá”, Jota Ghetto entoa “Boa esperança”. O funkeiro MC Guimê está em “Gueto”, enquanto a poderosa Karol Conka faz “Todos os olhos em noiz”.

Uma festa, regada de reflexão e imponência musical de quem junto e misturado está ganhando o mundo. E a realidade alheia também.

O material tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2018.

Confira imagens da gravação:

GALERIA DE FOTOS

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

RELACIONADAS

FACEBOOK